Menu fechado

Aumento de vendas do AirPods significa total domínio do mercado

AirPods and AirPods Pro outsell all rivals by a wide margin. Photo: Killian Bell/Cult of Mac

A Apple vendeu quase 60 milhões de fones de ouvido sem fio – AirPods – em 2019, de acordo com uma empresa de análise de mercado. Esse é um aumento impressionante, em relação aos 35 milhões que a empresa estima ter vendido no ano anterior.
E a maior parte das vendas de 2019, de todos os fones de ouvido totalmente sem fio TWS (True Wireless Stereo, refere-se a uma tecnologia que permite emparelhar dois dispositivos de áudio via Bluetooth), foram realizadas pela Apple.

Domínio dos AirPods da Apple.

“A Apple assumiu mais de 50% de participação na categoria TWS em 2019, enquanto seus dois concorrentes mais próximos, Samsung e Xiaomi, detinham menos de 10%”, comenta Ville-Petteri Ukonaho, diretor associado da Strategy Analytics.

AirPods dominated the wireless headset market in 2019.
Photo: Strategy Analytics
AirPods – Domínio do mercado de fones de ouvido sem fio em 2019.
Foto: Strategy Analytics

Os AirPods tiveram uma participação ainda maior na receita desta categoria de produtos: 71%.

“A liderança da Apple não é uma surpresa desde que ela criou a categoria”, continuou Ukonaho.

Aparentemente, esses analistas não diferenciaram os AirPods e os AirPods Pro, pois ambos são fones de ouvido estéreo, que não possuem fio, conectando os dois fones de ouvido via Bluetooth. A versão Pro estreou no final do outono passado do hemisfério note, e a Apple ainda está tendo problemas para atender à demanda, com tempos de espera de até um mês.

Não apenas a Apple está prosperando. As receitas dos headsets TWS de todas as marcas cresceram mais de 200% no ano passado, de acordo com a Strategy Analytics.

Mesmo assim, espera-se que os AirPods continuem dominando essa categoria de produto por anos.

“É improvável que um único fornecedor substitua a Apple que está no topo, em termos de volume ou receita em fones de ouvido Bluetooth TWS, em um futuro próximo”, previu Ukonaho.

via Cult of Mac e fontes da Strategy Analytics